III Fase do XXV Capítulo Geral da CSSR e Assembleia da Conferência da América Latina e Caribe Marianella – Bogotá – 15 a 24/05/2017

Dando continuidade ao XXV Capítulo Geral da CSSR, em sua III Fase, os Missionários Redentoristas das Subconferências da América Latina e Caribe: URB (União dos Redentoristas do Brasil), URSAL (União dos Redentoristas do Sul da América Latina) e URNALC (União dos Redentoristas do Norte da América Latina e Caribe), estão reunidos na Colômbia para rever, estudar, discutir, avaliar e começar o processo de implementação das decisões tomadas pelo XXV Capítulo Geral nas unidades da Congregação. Isso se refere ao novo “modus operandi” da Congregação e suas Unidades para a missão evangelizadora na Igreja e no Mundo. Tudo isso, exigirá mudanças de mentalidade, conceitos e estruturas por parte de cada confrade, dos governos (vice) provinciais e das unidades Redentoristas.

A Casa de Retiro da Província de Bogotá, em Marianella (cerca de 2h de Bogotá), entre as montanhas que a rodeia, é um recanto espetacular por sua beleza, harmonia e singeleza naturais. Nesse lugar afonsiano: os encontros, as conferências, as orações, as celebrações, a convivência e as partilhas, entre os participantes, são os indícios do “sopro do Espírito Santo que impulsiona a Congregação e os filhos de Santo Afonso a respirar novos ares e se lançar, mais integradamente, na proclamação da “Copiosa Redenção”.

Somos 65 participantes de todas as Unidades Redentoristas da América Latina e Caribe, juntamente com o Superior Geral, Pe. Michael Brehl, os Conselheiros Gerais: Ir. Jeffrey Role, Pe. Rogério Gomes e Pe. Pedro López, os observadores, convidados e os representantes dos Leigos das três Subconferências: Francisco Farias, da Vice-Província de Fortaleza, pela URB, Cláudia Tebes, da Província de Buenos Aires, pela URSAL, José Antonio Hidalgo, da Província da América Central, pela URNALC e Sinay Tovar, da Vice-Província de Caracas, pela Comissão para elaboração das Diretrizes para os Leigos.

Todas as reflexões e trabalhos giram em torno das Decisões do XXV Capitulo Geral, que foram tomadas na fase canônica do capítulo (II fase), realizado na Tailândia, em Novembro de 20016. E, também, se refletiu sobre o tema do sexênio: Testemunhas do Redentor, solidários para a missão em um mundo ferido. Isso refletirá sobre a reestruturação da Congregação na prática cotidiana do ser, viver e fazer dos Redentoristas no serviço do anúncio da boa notícia do Evangelho, em colaboração com os associados leigos e as famílias religiosas que, também, vivem o carisma Redentorista.

A reunião em Bogotá, na Colômbia, consiste em duas partes juntas, mas separadas entre si. A primeira parte, trata-se da III Fase do Capítulo Geral, que foi a modalidade aplicada para a realização do XXV Capítulo Geral (I fase nas Conferências, II fase canônica, só os superiores maiores das unidades e os delegados representados e a III fase nas Conferências). A segunda parte, trata-se da Assembléia da Conferência da América Latina e Caribe, com a participação dos superiores maiores, vogais, representante dos leigos e representante do Governo Geral.

Os momentos celebrativos, realizados na Capela do Senhor dos Milagres e da Virgem do Perpétuo Socorro, são motivados e refletidos pelos confrades das diversas das unidades da América Latina e Caribe. As línguas faladas são o espanhol e o português, mas a linguagem mais aplicada é a fraternidade compartilhada entre todos. Os jovens estudantes da Província de Bogotá, também, participam em algumas celebrações, encantando as mesmas com as músicas em espanhol ao som do guarani.

Nos alegramos com a presença e o vigor missionário dos confrades presentes, tanto em idade como em profissão religiosa e ministerial. A alegria, também, se estendeu pelos trabalhos realizados e compartilhados com os leigos e as famílias redentoristas que compartilham o mesmo carisma que inspirou Santo Afonso, os demais Santos, Beatos e Mártires Redentoristas.

Mesmo estando distante de nossas unidades redentoristas de pertença, o espírito de que somos congregados na mesma missão e formamos um só corpo missionário, nos conscientiza de que precisamos alargar os horizontes e ultrapassar os limites físico e mentais de nossas estruturas “provincianas”.  Estando hospedados na casa que, juridicamente, pertence a Província de Bogotá, nos conscientizamos que o patrimônio é da Congregação Redentorista, portanto estamos em casa.

Por fim, agradecemos ao governo e aos confrades da Província de Bogotá por todos os esforços aplicado na logística da organização e da acolhida dos participantes para essa III fase do XXV Capítulo Geral e para a Assembléia da Conferência da América Latina e Caribe.

Aos confrades da Vice-Província Redentorista da Bahia, eu, Pe. Roque Silva e o Pe. Antonio Niemiec, representantes constituídos da nossa unidade, agradecemos pela oportunidade de nos oferecer às condições necessárias para que pudéssemos participar do processo inicial de implementação das decisões do XXV Capítulo Geral, nesse novo tempo de efusão do Espírito Santo sobre a Congregação Redentorista.

Que o Cristo Redentor seja a nossa força e a Virgem do Perpétuo Socorro interceda a Deus por todos nós.

 

 

Pe. Roque Silva Alves C.Ss.R

Vive-Província da Bahia